Zorra


Em abril de 2015 Zorra morreu de velhice.
Fêmea – DN aprox. 2003

A Zorra ou foi abandonada há muitos anos no Cabo Espichel ou nasceu lá. Sempre foi lá vista, "selvagem". As suas crias eram mortas a tiro, por alguém que gosta de o fazer com frequência. É só saber que aparece lá algum animal e lá está o carro e a arma.

Recuperámos de lá, há alguns anos, uma cadela grande branca, cruzada de husky com uma bala na coluna. Bala, não é chumbo. Como o animal corria risco de vida se a bala fosse retirada, ficou no corpo. A Mikas, assim lhe chamámos, recuperou e foi adoptada mas é testemunha disso.

As tentativas para capturar a Zorra foram muitas, mas um dia conseguimos enganá-la! Entrou na armadilha! Foi logo esterilizada. Esteve quase um ano sem sair da casota dela, comia, defecava, fazia tudo lá dentro. Demorou a vir ver os raios de sol.

Hoje, deixa-se estar no canil, olha para nós e até ladra. O tempo ensina tudo...

Madrinhas/Padrinhos:

Margaret Leiper 

z

apadrinhamento de cães

A sua filha, Zita, foi adoptada.